31 de Dezembro

Resumindo todas as recomendações feitas, esforcemo-nos para enaltecer cada vez mais em nós as três devoções mais essenciais para um bom Josefino, nomeadamente as de Jesus, Maria e José!

(Haec fratribus, p. 195)

29 de Dezembro

De São José aprendemos o amor reverente e a doce familiaridade com que temos que interagir com Jesus e Maria; nossa vida deve ser uma de intimidade com Eles, aquela vida que não pode ser aprendida nos livros, mas na oração, e que nos faz íntimos com a Sagrada Família.

(Spiegazione, p. 63)

28 de Dezembro

A razão pela qual nós consideramos a humildade e a caridade as virtudes próprias da nossa Congregação, parece-me encontrá-la no que, como nós representamos a pessoa de José, temos que trazer à Congregação o espírito que reinou eminentemente em sua casa, que era aquela de Nazaré.

(Spiegazione, p. 67)

27 de Dezembro

Deus nos amou muito mais do que amava a si mesmo; e, portanto, para o nosso próprio bem ele queria tanto sofrer no seu nascimento, que nós, ao vê-lo pobre, aguentássemos pacientemente a pobreza.

(S. Leonardo Murialdo, Escritos VIII, p. 299)

26 de Dezembro

Quem entre nós podia ver Deus feito criança, Deus que sofre, Deus que chora e não ser grato e agradecido a ele?

(S. Leonardo Murialdo, Escritos VIII, p. 300)

25 de Dezembro

1930: BABAHOYO, (EQUADOR), Colégio “Marcos Benetazzo”

Por que um Deus bebê? Por que um Deus em um estábulo? Por quê? Assim Deus amou os homens. Por que um Deus na oficina e em roupa de artesão, que compra o seu pão com o suor do seu rosto? Porque assim Deus amou o mundo.”

(S. Leonardo Murialdo, Escritos VIII, p. 346)

24 de Dezembro

Somente quando o mistério da Encarnação se realizou, a bondade e o amor de Deus por nós verteram por assim dizer em torrentes sobre a terra, brilharam em toda a sua grandeza e magnificência, e ficou claro que eles são verdadeiramente infinitos.

(S. Leonardo Murialdo, Escritos VIII, p. 345)

23 de Dezembro

Os benefícios concedidos pelo Senhor antes da Encarnação eram apenas bens limitados e contados, diziam o amor de Deus, mas não demonstravam quanto ele era grande.

(S. Leonardo Murialdo, Escritos VIII, p. 345)

22 de Dezembro

Deus já tinha dado um milhar de provas; mas os três milagres de seu amor são a Encarnação, a Paixão e a Eucaristia.

(S. Leonardo Murialdo, Escritos VIII, p. 382)