Portugues onWhite

56. JUVENTUDES DE MURIALDO – Um jeito de ser jovem

A narrativa de uma experiência em curso pode ser útil como conselhos e informações para aqueles que trabalham na pastoral em outro contexto social e cultural. A ideia básica é criar uma rede de comunicação que se torne um meio para a difusão de ideias pedagógicas, conhecer atividades em curso, manter a ligação entre os vários responsáveis e o intercâmbio de boas práticas . Se for também uma maneira de encurtar distâncias e tempos, teremos uma dupla economia, de dinheiro e tempo. Nessas iniciativas é importante manter a constância e a fidelidade, talvez com a ajuda de alguém que seja o referencial para a própria rede.

Joseilton Ramos dos Santos

Joseilton

Se você quiser aprofundar...

56. JUVENTUDES DE MURIALDO – Um jeito de ser jovem

(Joseilton Ramos dos Santos)


Introdução

           O texto se desenvolve na perspectiva da área Josefino-Murialdina e, sua proposta de ser uma espiritualidade educativa para e com às juventudeS acompanhadas. Para tanto faz-se necessário a compreensão e envolvimento das proposições metodológicas da Igreja no Brasil e América Latina em seu contexto de articulação da Pastoral Juvenil, e as experiências dos próprios jovens, seus sonhos, anseios…

Processo pedagógico – Província Brasileira

           Sob a perspectiva da desconfiguração de uma pastoral de eventos e ação de “francos atiradores”, a Província Brasileira com sua Equipe de Juventude vem se articulando, resgatando, aprimorando o processo histórico e atuação do Carisma Apostólico Murialdino em meio às juventudeS.

À luz do exercício de “escuta e aproximação” à pessoa do jovem como “Lugar Teológico” prosseguimos o itinerário carismático da Congregação na expressão do “Amor terno, pessoal, atual, infinito e sobretudo misericordioso de Deus”. Desse modo, evidenciou-se uma parada reflexiva e avaliativa das metodologias utilizadas até então, desencadeando uma retomada de consciência congregacional tanto em nível institucional como de Consagração Pessoal. Para tanto, realizamos de modo participativo-construtivo entre os jovens atendidos e alguns confrades o I Seminário Nacional das JuventudeS, do dia 25 a 27 de julho de 2014 em Guará I – Brasília/DF com o tema: Juventudes, com Murialdo, construindo caminhos… e iluminação bíblica: “Jovem, eu lhe ordeno, levante-se! ” (Lc 7,14). Houve a participação de 80 delegados que sob estudo das abordagens temáticas – Protagonismo Juvenil, Espiritualidade e Formação Integral planejaram projetos locais a médio e longo prazo; constataram algumas percepções “Pontos de Partida” e definiram propostas nacionais entre os anos de 2014 e 2019 como metas a serem contempladas nos planos de ação da Província Brasileira.

Tais proposições, frutos das sugestões dos próprios jovens, tiveram como chave referencial a denominação e adesão do termo JuventudeS de Murialdo que nos estimularam a investir cada vez mais no trabalho afetivo e efetivo com os jovens, haja vista disponibilidade e liberação de confrades que se dediquem à capacitação profissional (cursos de extensão e Pós-graduação na área) e apostolicidade congregacional na insistência do acompanhamento e assessoramento da evangelização da juventude.

Rede de articulação juvenil – O que pensam e como percebem nosso trabalho…

             As JuventudeS de Murialdo, os segmentos juvenis que são acompanhados e assessorados por nós Josefinos: Pastoral da Juventude-PJ, Movimento Segue-me, Livres Para Amar, Renovação Carismática Católica -RCC, Legião de Maria Juvenil, Terço da Juventude, Jovens em Células, Bandas-Coral Jovem, Grupos Paroquiais, Acólitos, jovens formandos-vocacionados, Escolas de Formação Bíblicas (condução e participação), Juventude Amiga de Murialdo-JAMUR[1], Projetos Sociais, Colégios e, jovens que não estão ligados a nenhum grupo, porém buscam aproximar-se da nossa espiritualidade, que aderem, se apropriam de nosso carisma de modo encantador que até falam “nós somos da congregação dos Murialdo”, expressão que denota espírito de pertença e amor e, nos coloca enquanto instituição congregacional como um “espaço definido” e seguro de apoio para se tornarem protagonistas de suas próprias vidas e das inserções, intervenções na sociedade.

             A partir do seminário citado acima, tem se formado através das redes sociais (WhatsApp, Facebook) uma articulação juvenil em nível nacional que tece relações fraternas, partilha de discursões temáticas, de materiais afins, além de programar e favorecer propostas de encontros regionais para ampliação e propagação do Carisma Josefino de Murialdo entre os jovens. A partir das percepções destes fica a sugestão de aprimorarmos e qualificarmos melhor as parcerias com o Serviço de Animação Vocacional-SAV e integração aos demais seguimentos da FdM.

             Contudo, fica explícito a implicação e influência que temos na vida das JuventudeS atendidas e o quanto estas são gratas pelo processo do acompanhamento e assessoramento seja em âmbito de grupos ou pessoais.

Conclusão

Imbuídos e herdeiros de um Carisma que apaixona e do método educativo centrado no encontro da pessoa do jovem como “Lugar Teológico”, renovamos nossa consagração de Josefinos de Murialdo e reafirmamos o encantamento apostólico no trabalho junto às juventudeS que são acompanhadas, orientadas e buscam vivenciar o legado de São Leonardo Murialdo à Igreja e à sociedade.

 

                                                                                        Na luta, ternura e resistência…

Fr. Joseilton Ramos dos Santos (Kazé)

[1] Projeto teórico de uma possível Pastoral Juvenil Murialdina adormecido a mais ou menos 15 anos que foi reativado em julho de 2013 na modalidade de atuação com a juventude em Projeto Social. Atualmente ativo na prática com adolescentes da EPESMEL (Escola Profissional e Social do Menor de Londrina). A JAMUR se caracteriza por ser projeto genuíno fruto da vivência do carisma Espiritual de Murialdo, sem a necessidade de “confundir-se” ou precisar partir das experiências dos demais seguimentos juvenis. Obs.: No caso para falar um pouco mais da JAMUR, necessita-se um artigo à parte.

This post is also available in: Italiano Inglês Espanhol